Taisa Nunes – Feito por mim

Taisa Nunes – Feito por mim

A Artista em Pauta, Taisa Nunes, é idealizadora do Feito por mim, sua marca de utilitários pintados à mão. Ela como o universo manual entrou na sua vida e a ajudou a reencontrar o equilibrio através das cores e tintas. Suas peças despertam a memória afetiva como a moringa e o filtro de barro, numa versão contemporânea, alegre e colorida.

 

Conte um pouco sobre você e como entrou no universo do feito a mão.
Nasci em Santos, advoguei por 15 anos e empresariei por 6 anos e de uma maneira inesperada me encontrei no meio das tintas e pinceis. Com a pandemia e uma fase bem difícil da minha vida, e acredito que a mais difícil até hoje, as crises de ansiedade se tornaram constantes. Foi na pintura que reencontrei o equilíbrio. Comecei pintando móveis, potes e vasos da minha própria casa e sem qualquer pretensão postei as peças nas minhas redes sociais. As peças, inicialmente, caíram nas graças dos meus amigos e familiares. Foi ai que minha tia, por parte de pai, me deu um filtro velhinho pra pintar. Foi quando tudo aconteceu. O Universo quis assim!

 

Qual é o processo de criação das suas peças? 
Meu processo criativo depende de como acordo, de como me sinto no dia, da música que ouço, das condições do tempo ou de inspirações que chegam naturalmente, mas sempre com o mesmo intuito espalhar amor através das cores.

 

Fotografia acervo Taisa Nunes

Quais são as suas referências?
Tempos atrás eu ouvi a seguinte frase: “Pinto flores para que elas não morram”. Foi assim que conheci a artista mexicana Frida Kahlo e me apaixonei pela composição de cores que ela usava, pelas fortes expressões e pela forma com que conduziu toda a sua vida.

 

Qual é o seu compromisso e suas práticas sustentáveis no momento?
Creio que todo artista deve ser um defensor do meio ambiente e procurar produzir de forma sustentável. Particularmente, na maioria das vezes, utilizo tintas à base de água e os resíduos do meu trabalho são descartados adequadamente. Temos a obrigação de preservar o meio ambiente ou, ao menos, minimizar os inevitáveis efeitos nocivos da nossa existência para deixar um planeta bacana, saudável e feliz para as gerações futuras, para nossos filhos.

 

Fotografia acervo Taisa Nunes

Quais são os maiores desafios para você?
Hoje deixo que os desafios cheguem e resolvo um de cada vez, com leveza e maturidade, sem pressa.

 

Você possui algum projeto em vista que possa nos adiantar?
Sinceramente não. Como dito, o meu trabalho começou de forma despretensiosa e por motivos incidentais, por isso, à principio, não pensei, não projetei nada para o futuro, apenas joguei para o Universo. O intuito era suprir e acabar com o vazio que existia em mim. Agora, com a grande e surpreendente aceitação do meu trabalho, tenho algumas ideias no sentido de fomentar a inclusão social e fortalecer a geração de renda através da arte.

 

Você leva  arte manual para dentro da casa das pessoas. Como você é isso para você?
Cada uma das minhas peças são criadas com todo amor e carinho, como se fossem filhos, nenezinhos, uma parte de mim. É uma alegria imensa poder compartilhar e espalhar o amor e carinho através da minha arte, entrar nos lares das pessoas que admiram o meu trabalho.

 

filtro de barro pintado

Fotografias acervo Taisa Nunes

banco pintado a mão

Conheça mais o trabalho da Taisa acessando seu Instagram.

 

Conhece alguém que pode se interessar pelo feito a mão? Então compartilhe nossas entrevistas e incentive outros a refletirem sobre o assunto.
No Comments

Post A Comment

Cadastre-se!

Olá! Deixe o seu e-mail para receber conteúdos exclusivos, novidades e descontos.